peritos     honorarios     ferramentas     inscrição     formação     reclamação    

A Associação Portuguesa dos Peritos Avaliadores de Engenharia (APAE), foi fundada em 22 de Novembro de 1991, por um grupo de Engenheiros Avaliadores tendo como objectivo a melhoria da prática da Avaliação e a dignificação profissional dos Peritos Avaliadores.

Actualmente, com quase 1000 membros individuais e colectivos, a APAE é hoje uma realidade em todo o território nacional. Desde a sua fundação, a APAE desenvolve uma vasta gama de acções, entre as quais:

  1. Actualização da teoria e da prática nos vários domínios das Avaliações, na óptica da formação contínua, nomeadamente através de debates, sessões de trabalho, seminários, intervenções dos seus Sócios como docentes em cursos superiores de Avaliação e também com a organização do 1.º e 2.º Congressos Nacionais de Avaliação no Imobiliário, realizados em 1996 e 1998 e do Congresso Internacional em 2000, que tiveram a presença de um elevado número de profissionais do sector.
  2. Difusão de conceitos e práticas da Ética e Deontologia dos Avaliadores através de documentação vária de Associados da APAE, de publicações da responsabilidade de APAE, como o Boletim e o livro do 1.º e 2.º Congressos Nacionais de Avaliação no Imobiliário.
  3. Difusão das melhores práticas no domínio das Avaliações, a nível nacional e internacional, em particular pela integração da APAE em organizações especializadas internacionais bem como pela difusão da evolução dos International Standards.
  4. Colaboração na organização em Portugal de Simpósios Internacionais, como, por exemplo, o Symposium 2005 da EuroExpert, em Lisboa, em Novembro de 2005.
  5. Criação de condições para a competitividade dos Avaliadores portugueses no mercado interno e no mercado internacional, em particular nas condições que vierem a resultar quer da globalização quer da Directiva da UE sobre os Serviços quer da entrada em vigor de Basileia II e do Acordo de Bolonha.
  6. Difusão das tendências e das práticas das RAD (Resolução Alternativa de Disputas: arbitragem, mediação negocial).
  7. Integração em Comissões de Reforma Tributária ou desta resultante (CNAPU) e colaboração com entidades oficiais e outras ONGs em trabalhos de organização e regulação das actividades de Avaliadores e Peritos, bem como de actividades com elas conexas.
  8. Colaboração e parceria com estabelecimentos de ensino superior, na criação de cursos de Avaliação. E também com as Ordens Profissionais cujos membros exercem a actividade de Avaliação, visando em particular a criação das respectivas Especializações.
  9. Estabelecimento do estatuto de membro de acordo com as várias categorias previstas em regulamento próprio.
  10. Aumento permanente da credibilidade e fiabilidade dos serviços prestados pelo Avaliador, elevando a sua qualidade técnico-profissional e incentivando o seu rigoroso comportamento ético e deontológico, bem como preparando a sua certificação ou acreditação, de forma transparente e idónea.

 

 

 Missão


Desde a sua fundação, a APAE tem desenvolvido um conjunto de iniciativas, de entre as quais se destacam:

  1. Actualização da teoria e da prática no domínio das avaliações imobiliárias, nomeadamente através de debates, sessões de trabalho, seminários e congressos.
  2. Divulgação de conceitos e práticas da ética e deontologia no domínio das avaliações de engenharia através de documentação vária de associados da APAE, de publicações da responsabilidade da APAE como por exemplo o Boletim trimestral e livros dos congressos.
  3. Estabelecimento do estatuto de Membro Profissional da APAE para aumentar a influência dos avaliadores no mercado e na prática das avaliações de engenharia.

No entanto continua no caminho de promover os seguintes objetivos:

  1. O desenvolvimento, em bases técnico-científicas, da actividade de Avaliação de Engenharia, o apoio, a promoção, a regulamentação e a representação dessa actividade a nível nacional e nas suas relações com o exterior, noemadamente no âmbito da Euroexpert.
  2. A representação e defesa dos seus associados e o estímulo e promoção de uma acção deontologicamente dignificante.
  3. A promoção de cursos, publicações, seminários, palestras e conferências no âmbito das Avaliações de engenharia; Defender os interesses dos peritos avaliadores, nomeadamente no campo profissional social, cultural e promovendo o reconhecimento de valia da sua profissão na sociedade.
  4. Reunir e colocar à disposição dos seus membros informação actualizada e meios de acção adequados à sua actividade, nomeadamente através de meios informáticos e pelo seu sítio.
  5. Desenvolver contactos e cooperar com associções congéneres nacionais e estrangeiras, promovendo designadamente a federação em organismos que prossigam os mesmos objectivos.
  6. Realizar outras actividades que promovam a qualidade e o reconhecimento da importância social das Avaliações de Engenharia em Portugal; Desenvolver quaisquer outras actividades que a Direcção ou a Assembleia Geral deliberem e que se integrem no âmbito dos seus objectivos.
  7. Promover parcerias com diversas Entidades, baseadas no princípio de vantagem mútua e de benefício para o bem comum (ver Boletim APAE Abril 2009).
  8. Disponibilidade para intervenção na feitura de legislação e regulamentação nacional conexa com a Avaliação, em particular com os textos dos Regulamentos da CMVM;
  9. Assumir tomadas de posição públicas da APAE, junto do universo dos stakeholders das Avaliações e de actividades com estas conexas (ver Boletim APAE Abril 2009).
  10. Aumentar o peso internacional da APAE, reforçando a intervenção na estratégia europeia como associado da EuroExpert - The Organisation for European Expert Associations, em representação do sector das avaliações e das peritagens portuguesas.
  11. Como filiada na CPCI e como membra da sua Direcção dar continuidade para a recuperação da fileira da construção em especial na reabilitação urbana.
  12. Continuação da Tomada de posição publica junto do sector financeiro, segurador e CMVM, no sentido de retirar stress e outros meios artificiais de alterar o valor intrínseco do imobiliário.
  13. Intervenções públicas no sentido da dignificação da função.

Endereço

APAE

Rua António Patrício, n.º 26 - r/c

1700-049 Lisboa

phone (+351) 21 792 86 20

phone geral@apae.pt

Subscreva a nossa newsletter